Mais um pouco além da Entrevista na Notícias Magazine, Revista do DN/JN

O blogue My Cinnamon Heart começou em 2011 como um espaço de tema livre onde eu ia deixando os meus pensamentos e foi apenas no início de 2012 que a verdadeira mudança começou. Na altura, o meu quarto era um caos – e quando digo caos significa não ter espaço livre para caminhar - e o meu objectivo era apenas arrumá-lo.

Apesar de me ter preocupado sempre com o ambiente, de amar a natureza, de ter praticado yoga durante uns 7 anos e de ter sido vegetariana, não me identificava com o estilo minimalista. Afinal eu adorava ir às compras! Para quem segue o blogue sabe que eu acumulei, por exemplo, mais de 50 pares de calças (que entretanto reduzi para apenas 8).

Como conta a entrevista, a minha perspectiva sobre as coisas mudou quando acampei pela primeira vez. Até então as minhas férias eram passadas no conforto de hotéis ou nas Pousadas de Portugal e, apesar de ter curiosidade em acampar, pela proximidade com a natureza, a ideia deixava-me nervosa. O meu maior medo não eram os bichos, nem o desconforto que poderia sentir por não me deitar numa cama ou tomar um duche quente. A minha questão era outra. Como iria eu sobreviver sem poder levar praticamente nada comigo? Como iria ocupar os meus dias? O que iria fazer?!

Adorei acampar! Não passei nenhuma seca, nem senti falta das coisas que tinha deixado em casa! Ao contrário do habitual, nos dias em que acampei acordava sempre cedo e cheia de energia. Apercebi-me de que me sentia verdadeiramente feliz. Mas como era isso possível se não tinha levado praticamente nada comigo? Afinal não precisava de muito para ser feliz!

Cheguei a casa e comecei a revolução no meu quarto. Reciclei e doei tanta coisa! Nem sempre foi fácil, mas fui-me libertando da tralha e à medida que fui ganhando espaço, fui conquistado uma maior sensação de calma.

Quando fui contactada pela jornalista Dora Mota para participar num artigo sobre o minimalismo senti-me um pouco nervosa. Como poderia eu falar do minimalismo quando ainda tinha um percurso tão longo por percorrer?

O resultado final não podia ter sido melhor. Recordei como tudo começou e ganhei uma vontade renovada de partilhar tudo isso. E pude ainda descobrir mais umas referências minimalistas!

Por aqui, vou continuar a focar-me no essencial, aprender mais e partilhar mais. 
Decidi também mudar a cara do blogue para um estilo mais clean. Hope you like it!


6 comentários:

  1. Rui Pereira24 junho, 2013

    Olá Sara,
    Foi exatamente este artigo que me trouxe ao seu excelente blogue. Parabéns, por tudo!

    Cumprimentos,
    Rui Pereira

    ResponderEliminar
  2. Olá Sara, também te descobri graças à revista e estou a gostar muito de te conhecer :)
    Parabéns e obrigada por partilhares tudo isto com os teus leitores!*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo teu comentário Ana!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Obrigada pela oportunidade Dora que acabou por resultar também num incentivo :)

      Eliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!