30 de outubro de 2012

Pesagem da Semana #1

Ontem completei a primeira semana deste objectivo, cumprindo o primeiro passo: comer sopa no início do almoço e jantar. E pesei-me pela manhã:




Como o corpo apresenta pequenas flutuações de peso, consoante a hora, refeição tomada, acumulação de líquidos, entre outros factores, perder ou ganhar 300 gramas corresponde a manter o peso. Claro que, se tivesse perdido peso, ficaria mais feliz mas já foi um bom começo! Até estava com medo desta pesagem porque a 4ª, 5ª e 6ª feira da semana passada foram dias tão stressantes que ataquei os doces, como sempre faço quando estou ansiosa...
 
O 2º babystep a que me proponho, esta semana, é lavar os dentes, tomar café ou comer pastilha elástica, após todas as refeições. São três coisas que evitam comer petiscar após a refeição. Em casa irei optar pela lavagem dos dentes (pequeno-almoço e jantar). Na faculdade, o café ou a pastilha-elástica sem açúcar, consoante o que mais me apetecer (almoço e lanche).

29 de outubro de 2012

2ª Ronda da Organização e Limpeza do Quarto

Na semana passada terminei a 1ª Ronda da Organização e Limpeza do meu quarto que consistia em destralhar todas as superfícies - mesas, prateleiras e chão - e separar os objectos por caixa, segundo a sua categoria. Fiz isto em 27 dias, segundo o Método Vesúvio, criado por Sandra Felton, que podem conhecer, com mais pormenor, no seu livro Winning the Clutter War.

Nem sempre foi fácil, tive alguns momentos de stress, frustração e desanimo mas com a força de algumas leitoras e do meu namorado, fui ultrapassando esses momentos e a verdade é que consegui chegar ao fim da 1ª ronda muito mais depressa que pensava. Nem foi preciso um mês inteiro! Houve dias bastante intensos, que foram dedicados quase, exclusivamente, a este projecto mas também houve dias que não tive tempo para dedicar-me à organização do meu quarto.

Pensei fazer um intervalo entre as duas rondas para descansar um pouco mas quando os resultados começam a tornar-se visíveis, fico muito entusiasmada e cheia de vontade de seguir em frente. Como esta 5ª feira é feriado e não tenho aulas na 6ª, vou aproveitar o fim-de-semana prolongado fora de Lisboa, por isso, comecei a 2ª ronda hoje.

À partida, a 2ª ronda seria para destralhar tudo no interior dos móveis e gavetas mas, como fui fazendo isso ao longo da 1ª ronda, falta pouco para ter todos os móveis do quarto vazios. Entretanto tenho 11 caixotes cheios de objectos por analisar e 1 caixote de coisas para vender ou doar.

Decidi começar por um caixote de artigos de papelaria, onde tinha principalmente cadernos, folhas, envelopes, etc., separei aqueles que ainda estão por estrear e arranquei algumas folhas escritas, de cadernos já utilizados, mas já sem qualquer utilidade e arrumei-os num armário que será exclusivamente para essa categoria.

Ficou assim:


Na prateleira de cima, da esquerda para a direita, tenho:
  • Cadernos e blocos A5
  • Caixa com blocos
  • Cadernos e blocos A4

Na prateleira de baixo, da esquerda para a direita, tenho:
  • Micas, separadores para dossier, envelopes e caixas de cereais espalmadas que reciclo em cartões de Natal e Aniversários
  • Folhas A4 


Quero ainda criar espaços exclusivos para:
  • Utilização frequente (canetas, lápis, tesoura, furador, agrafador, fita-cola, etc.)
  • Filmes, séries e jogos de consola
  • Cd's
  • Material que utilizo para trabalhos manuais e costura
  • Livros
  • Faculdade
  • Roupa
  • Malas
  • Sapatos
  • Acessórios
  • Roupa de Cama (lençóis, capas de edredon, mantas, etc.)
  • Praia (toalha, fato de banho, chinelos, mala, vestido)
  • Material de desporto (toalhas, calças, tops, casaco, kimono, protecções, etc.)
  • Malas de viagem
  • Guitarras
  • Material electrónico (leitor mp3, máquina fotográfica, cabos, disco externo, etc.)

28 de outubro de 2012

Leituras de Domingo #2

Todos os Domingos, partilho convosco as leituras que fui encontrando durante a semana e que achei mesmo muito interessantes. As desta semana são:

  • Com a Rita, aprendi as inúmeras vantagens de Levantar Cedo.
  • Mas, para levantar cedo e tornar o dia mais produtivo, é preciso Dormir Bem. Como? Com um bloco de notas!
  • Em Começando a Se Organizar, encontram-se 6 dicas que ajudam a livrarmo-nos da tralha que nos rodeia e que eu tenho utilizado para destralhar os artigos de papelaria.
  • Como reciclar embalagens, de champoo ou gel de banho, para criar uma Casinha Para o Meu Celular, link partilhado pela Lu. Obrigada!


Espero que gostem destas leituras também! 

P.S.: e não se esqueçam de atrasar os relógios.

27 de outubro de 2012

Fim da 1ª Ronda da Organização e Limpeza do meu Quarto!

Fiquei tão entusiasmada por estar perto do fim da 1ª ronda que, assim que vos mostrei o penúltimo canto do quarto destralhado, fui destralhar o último!

Acabou por ser o canto mais fácil porque, apesar de ter muita tralha, já estava organizada por categoria. 
Nesse canto tinha:
  • Duas torres de cd’s: vou vender uma delas.
  • Os chinelos de praia: guardei-os num saco, que arrumei numa gaveta do roupeiro.
  • Malas de praia: guardei-as numa prateleira do roupeiro.
  • Roupa por lavar: já está na máquina.
  • Guitarra eléctrica: encostada ao canto.
  • Step: encostado ao canto.
  • Caixas e Tampas: À medida que tenho destralhado o quarto, vou ficando também com caixas vazias. Daí não ser boa ideia comprar caixas assim que se começa a arrumar uma divisão porque, muitas das caixas que estavam cheias, são esvaziadas e ficam prontas para uma nova utilização. Neste momento, tenho uma pilha de caixas vazias no quarto que irão servir para as arrumações no interior dos móveis.

Ora vejam:


O canto não está perfeito mas, pelo menos dá para utilizar o roupeiro e não tenho um ataque de nervos sempre que entro na casa-de-banho. Antigamente, tinha de fazer uma prova de obstáculos para chegar à minha casa-de-banho.. imaginem quando chegava a casa, cheia de pressa para ir fazer xixi!

O cesto da roupa também já está disponível para a sua função e, desta forma, deixo de ter um amontoado de roupa à vista. 


Segue-se a 2ª e última ronda: destralhar e organizar o interior dos móveis. 
Como fui arrumando alguns, penso que não vou demorar muito tempo na maioria deles. Já sei que a minha próxima "dor de cabeça" será destralhar a roupa. Ainda nem comecei e já sinto um friozinho no estômago...


Como estão a correr as vossas arrumações?

Antes e Depois do Penúltimo Canto do Meu Quarto!

Hoje venho mostrar-vos mais um avanço na organização e limpeza do meu quarto!

Destralhei mais um canto, o do roupeiro principal, onde tinha uma mala de viagem, alguma roupa que vou tentar vender ou doar e ainda algum calçado que terá o mesmo destino.

Criei uma caixa nova para colocar a roupa, calçado e acessórios que pretendo doar ou vender, enchi mais um saco para colocar nos contentores da Humana e arrumei a mala de viagem, junto à mais pequenita e à minha guitarra. Depois hei-de tirar foto para vos mostrar!

Regressando ao canto que destralhei, fica o “antes e depois”:




Agora só falta o último canto do quarto para terminar a 1ª ronda esquerda-direita! 

Esse canto fica atrás da porta de entrada, junto ao roupeiro onde tenho os meus casacos de inverno mais caros e que só utilizo em ocasiões especiais. A tralha que acumulei aí faz com que, raramente, utilize esse roupeiro, que até tem bastante espaço livre! Ou seja, essa tralha, para além de ocupar o canto, ao bloquear as portas do roupeiro, está a roubar todo o espaço que ainda tenho disponível nele!

Lembram-se de que, na lista de Jennifer Ford Berry, consta que a tralha rouba, cerca de, 50% do espaço de arrumação da nossa casa? Até parece que ela fez uma visita ao meu quarto quando escreveu essa lista...

26 de outubro de 2012

10 Razões para nos livrarmos de toda a tralha que nos rodeia

Há uns dias encontrei uma referência a um livro sobre organização que nunca tinha ouvido falar, “Organize Now!: A Week-by-Week Guide to Simplify Your Space and Your Life”

Sempre que encontro um título que acho interessante, procuro opiniões de pessoas que já o leram e procuro-o, também, no site da Amazon porque, muitas vezes, é possível ler algumas partes e, assim, fico a saber se vale mesmo a pena comprá-lo!

Numa das primeiras páginas, a autora, Jennifer Ford Berry, fez uma lista dos efeitos prejudiciais de acumular tralha à nossa volta que pode servir, também, de motivação para destralhar a nossa casa! Deixo-vos aqui a lista de 10 razões pelas quais devemos livrarmo-nos de toda a tralha que fomos acumulando na nossa casa.



A tralha...
  • Provoca sentimentos de impotência e depressivos.
  • Consome a nossa energia.
  • Rouba, cerca de, 50% do espaço de arrumação da nossa casa.
  • Dificulta a nossa vida. É necessário olhar com mais atenção e durante mais tempo e em mais locais para se encontrar aquilo que se procura.
  • Faz com que as limpezas consumam mais tempo.
  • É cara. Se não encontramos aquilo que precisamos, compramos outro artigo igual. Por vezes, pagamos rendas para guardá-la numa arrecadação!
  • Dificulta o raciocínio. É muito difícil concentrarmo-nos no meio de tanta confusão.
  • Afecta a forma como nos sentimos. Muitas vezes, temos consciência da tralha que nos rodeia e sentimo-nos culpadas por tal.
  • Pode prejudicar as nossas relações. Por exemplo, se a casa estiver muito desarrumada, evitamos convidar amigos ou família.
  • Rouba a beleza e a paz da nossa casa.

E vocês, concordam com esta lista?

23 de outubro de 2012

Revistas acumuladas? Nunca mais!!!

Bom dia!

Hoje venho mostrar-vos o que consegui fazer ontem! Destralhei as últimas revistas que tinha acumulado em anos...

Depois desta tarefa, prometi a mim mesma que nunca mais guardo uma revista. Destralhá-las é a coisa mais chata que existe e mais demorada, também. É fácil agarrar numa pilha de revistas e colocá-la directamente no saco da reciclagem mas eu queria guardar artigos ou dicas e truques que se relacionassem com arrumação, culinária e viagens. É mesmo muito chato folhear centenas de revistas, uma a uma!


Reparem na revista que tenho na foto... até ela nos pergunta por que razão não conseguimos deitar coisas fora...

A resposta a isso ainda não tenho mas de uma coisa estou certa: a partir de agora, sempre que acabar de ler uma revista, destralho-a logo!

Imaginem o peso do último saco de reciclagem que juntei apenas de revistas (e o dinheiro gasto nelas...)


Outra coisa que ficou bem clara foi que, regra geral, uma revista está cheia de publicidade e de artigos que não me interessam. Basta olhar para as revistas no saco, estão praticamente inteiras! Tão depressa não devo comprar uma!

22 de outubro de 2012

Todo o mundo quer o resultado mas ninguém quer fazer o esforço

Hoje de manhã visitei os links que a Thais partilha connosco, todos os domingos no seu blogue. São sempre úteis e muito interessantes. Numa dessas leituras, houve um excerto que me prendeu a atenção. Trata-se da nossa impaciência em querer ver logo os resultados em pouco tempo, sempre que queremos atingir um objectivo...

Em um mundo cada vez mais imediatista e exposto, é cada vez mais visível que as pessoas sabem que para ter o peso que desejam precisam comer menos e fazer mais exercícios; que para se capacitar precisam estudar mais profundamente um número maior de assuntos; que para poder adquirir o produto dos seus sonhos precisam renunciar a várias outras despesas por um bom tempo – mas, mesmo querendo a melhoria e sabendo o caminho, elas não fazem o que precisa ser feito."


"Todo mundo quer o resultado, mas ninguém quer fazer o esforço"

 

 

Também eu andava a desesperar, há uns dias atrás, quando olhava para o meu quarto e não via grande evolução. Queria o resultado na hora. Depois dessa crise que durou dois dias, ganhei uma nova força e tenho continuado a destralhar. Os resultados começam a ser visíveis e talvez até demore menos tempo a atingir o objectivo do que pensava inicialmente. De qualquer forma, tento não pensar nisso e foco-me apenas no meu objectivo e no próximo passo a seguir.

Para tal, decidi que vou passar a levantar-me mais cedo. Aos fins-de-semana e dias de semana que não tenho aulas de manhã, acordo às 8h. Nos dias de aulas e laboratório, vou passar a acordar 30 minutos mais cedo. Os 30 minutos são suficientes para destralhar uma prateleira ou uma gaveta de um móvel, algo que se torna mais difícil fazer quando chego a casa por volta das 21h, quando só quero comer uma sopa e dormir.

E, por falar em sopa, lembram-se do meu objectivo de pôr-me em forma?

Pesei-me no fim-de-semana e até fiquei admirada porque perdi uns 3 kgs desde Setembro, quando voltei das férias. Neste momento, estou a vestir um 42 e quero voltar ao 36-38.



O 1º babystep, para atingir este objectivo, vai ser comer sopa em todas as refeições. Hoje é o terceiro dia e, tirando uma ida ao indiano, não falhei nenhuma refeição.

Sim, apesar de querer perder peso, vou começar por adicionar alimentos e não por cortar! Nonsense?! O resto virá por consequência (espero...). Quando adicionar sopa às refeições, vou ter menos espaço para comer o prato seguinte ou para a sobremesa. Sei que, se quero perder peso, não é boa ideia ficar obcecada com coisas que não posso comer porque isso, regra geral, produz o efeito o contrário: só me dá mais vontade de as comer.


E vocês? Quando querem perder peso, optam sempre por cortar determinados alimentos ou focam-se por incluir alimentos saudáveis nas vossas refeições?

21 de outubro de 2012

Sugestão para gerir compras de aniversários e Natal

Este fim-de-semana foi dedicado a destralhar a mesa-de-cabeceira e mais pilhas de papel (revistas, jornais, publicidade, etc.). Enquanto destralhava um jornal diário gratuito, encontrei um vale de desconto de 50% para utilizar nas lojas do Boticário. Assim que o vi pensei que tinha perdido uma boa oportunidade mas, afinal, o vale tinha validade até hoje. Depois lembrei-me que nunca partilhei convosco a forma como organizo a compra das prendas que ofereço, nos anos e no Natal, às pessoas mais chegadas.

Descobri há quase um ano uma folha de aniversários, de download gratuito, no site The Project Girl, e desde então nunca mais houve stress de última hora para comprar prendas. Basta dizer que já comprei as prendas para toda a gente que ainda vai fazer anos em 2012 e todas as prendas de Natal!

Este é o aspecto da folha (para imprimi-la, façam-no a partir do .pdf que se encontra no 1º link, para que fique com melhor definição):


Para além de me manter organizada, permite comprar prendas gastando muito menos do que gastava quando comprava em cima da hora.

Agora, sempre que vejo promoções ou feiras e encontro uma coisa que sei que alguém vai adorar, aproveito logo, mesmo se ainda faltar seis meses para os anos ou Natal, para comprá-la! De seguida, registo a compra realizada na folha de aniversários. Desta forma, é rápido ver que prendas ainda faltam comprar nesse ano e para quem.


E vocês, como fazem? Planeiam as compras ou deixam para a última hora?

Leituras de Domingo #1

A partir de hoje, vou partilhar convosco leituras que for encontrando durante a semana respectiva e que ache interessantes. As desta semana são:


Espero que gostem destas leituras também!

20 de outubro de 2012

Mesa-de-cabeceira: Antes e Depois

Hoje destralhei outra secção do meu quarto: a mesa-de-cabeceira. 

Eu tenho a minha mesa-de-cabeceira encostada à base da cama, serve de mesa de apoio mas a gaveta já estava há muito tempo esquecida e cheia de tralha. Hoje enchi-me de coragem e destralhei a superfície da mesa-de-cabeceira e a gaveta. 


Despejei a gaveta no chão, separei os objectos por secção e coloquei-os nas caixas específicas. Deitei fora uma agenda do ano passado, uns talões de compra e uns cartões cliente de lojas onde já não vou.

Forrei o tampo da mesa-de-cabeceira e coloquei apenas os livros que estou a ler, o baton de cieiro, um bloco, uma caneta e o telemóvel.


Estou quase a chegar ao fim da primeira ronda esquerda-direita do meu quarto, na qual tinha decidido destralhar apenas as superfícies. Por vezes, acabei também por fazê-lo no interior de alguns móveis, o que vai facilitar a ronda seguinte, dedicada aos interiores.

Faltam apenas dois cantos do quarto: o canto do roupeiro, onde tenho uma mala de viagem e roupa que quero vender. No outro canto, tenho o cesto de roupa para lavar, duas estantes de cd's que quero reduzir a uma, várias caixas vazias que entretanto já acumulei desde que comecei a destralhar o quarto, uma guitarra, dois pares de botas e chinelos de Verão.

Entretanto, tenho lido algumas coisas muito interessantes que vou descobrindo na internet ou sugeridas por vocês. Quero passar a fazer uma lista por semana para partilhar convosco essas leituras, tal como a Thais faz em Vida Organizada.


Bom fim-de-semana a todas!

18 de outubro de 2012

Definindo objectivos com Leo Babauta: destralhar e ficar em forma!

Lembram-se de vos ter contado que estava a ajudar a minha mãe a traduzir o livro The Power of Less de Leo Babauta?


Li uma coisa muito interessante, dedicada a todas as pessoas que sentem que têm sempre muito que fazer e pouco tempo para tanta coisa ou às pessoas que todos os anos fazem uma nova lista de resoluções, que continuam a ter os mesmos pontos-chave porque não houve tempo para conseguir cumprir tantos objectivos. Eu revejo-me nestas duas situações!



Resumidamente, se nos focarmos apenas no dia de hoje, a ideia consiste em:
  1. Fazer uma lista das tarefas por fazer.
  2. Definir as três tarefas mais importantes e colocá-las no início da lista.
  3. Riscar todas as tarefas que não conduzem aos objectivos principais.
  4. Delegar as tarefas que podem ser realizadas por outras pessoas.
  5. Adiar as tarefas que não têm de ser feitas, necessariamente, nesse dia.
O objectivo principal é concentrar-mo-nos nas coisas mais importantes e abstrair-mo-nos de todo o "ruído" que existe à volta. A nossa energia e o nosso tempo devem ser aplicados nas tarefas que, terminadas, produzirão maior impacto ou naquelas que irão conduzir-nos ao objectivo principal. 
Por exemplo, muitas vezes, as tarefas que produzem maior impacto são, simultaneamente, as mais complexas ou extenuantes e, consequentemente, mais desmotivantes a longo prazo. Nesse caso, a tarefa deve ser dividida em pequenos passos e, desta forma, cada objectivo será mais facilmente atingido e, ao mesmo tempo, dará mais motivação para continuarmos no caminho certo.
Quanto às resoluções que fazemos no início de cada ano, a maioria fica por fazer e é adiada para o ano seguinte. A razão mais frequente para isto acontecer tem a ver com o elevado número de objectivos que definimos para cumprir durante o ano. Leo Babauta aconselha a definirmos apenas 1 ou 2! 
Em Dezembro de 2011 tinha criado uma lista de dez resoluções para 2012. Dessas 10, apenas cumpri 3 (poupar, reduzir a pegada ecológica e ir mais vezes ao teatro). Entretanto surgiu, de forma espontânea, destralhar o quarto e a casa-de-banho. A casa-de-banho foi destralhada, aproximadamente, numa semana. O quarto será mais demorado e, provavelmente, transitará para o próximo ano. Depois apercebi-me de que, nos últimos 4 anos, tenho sempre desejado pôr-me em forma. Mais tarde, hei-de contar-vos a "minha" história que acaba por ser comum a tantas mulheres...

Decidi então que os meus 2 principais objectivos a partir do dia 19 de Outubro (e não a partir de 1 de Janeiro) serão:
  • Destralhar o quarto
  • Ficar em forma
À partida, poderão parecer dois objectivos um pouco exigentes mas, tendo em conta que durante muito tempo pensei ser nutricionista e estudei para atingir esse fim, conheço bem a teoria, por isso o trabalho de pesquisa está feito! Agora basta-me pôr em prática tudo aquilo que aprendi. Quero partilhar convosco os meus passos, tal como faço para o destralhar do quarto, mas não pensem que vão encontrar aqui dicas para dietas loucas ou milagres. Eu odeio toda a publicidade e dinheiro que se faz à conta do tema "perder peso" que, no meu ponto de vista, se aproveita de todas as mulheres (ou homens!) que se encontram desesperadas por uma solução. Aliás, odeio todo o dinheiro que as pessoas fazem à custa do desespero e ignorância de outras pessoas, seja em que área for. Chamem-me ingénua ou idealista, não quero saber.

Já pensei em escrever aqui sobre os dois temas num esquema de "dia sim, dia não". Mas também dependeria do interesse mostrado aí desse lado porque o que é mesmo bom, bom, bom sentir quando se escreve aqui, é a partilha e a possibilidade de ajudar alguém ou ajudar-mo-nos mutuamente :)

Amanhã será o 1º dia e o primeiro passo a dar será registar o meu peso!
Alguém desse lado quer fazer isto comigo? :)

17 de outubro de 2012

Óleo Extraordinário L'Oreal Paris Elvive: Opinião e Giveaway!


Na semana passada recebi o Óleo Extraordinário L’Oréal Paris Elvive e queria dar-vos a minha opinião mas só depois de experimentá-lo para poder contar todos os pormenores. 
Este produto capilar é constituído por 6 óleos! Óleo de Lótus, Óleo de Camomila, Óleo da Flor de Tiaré, Óleo de Margarida, Óleo de Rosa e Óleo de Linhaça.

O Óleo Extraordinário L’Oréal Paris Elvive pode ser utilizado de três formas diferentes: em cabelo húmido antes do champô, após lavagem ou após secagem. Eu experimentei a primeira opção e até vai parecer exagero, por ser o primeiro produto que comento, mas adorei! 

Os meus cabelos são mistos. Originalmente eram oleosos mas, depois de os ter pintado durante uns quinze anos, ficaram secos da altura da orelha para baixo. Prometi a mim mesma que só os voltaria a pintar quando aparecessem os primeiros cabelos brancos. Por serem mistos tinha algum receio que o óleo tornasse o cabelo ainda mais oleoso mas, para grande surpresa, tem provocado o efeito contrário. Aguentou durante uma semana, só tornei a lavá-lo hoje! 



Como utilizar? 
Eu apliquei 3 “nozes” de óleo no cabelo húmido e massajei. Mantive os mesmos produtos, champô e amaciador, para ter a certeza de que as diferenças que viesse a observar deviam-se apenas ao óleo. Depois, sequei levemente o cabelo, como sempre faço.Assim que o cabelo secou por completo, reparei logo que tinha mais brilho e estava muito mais sedoso. O namorado diz que fica com um cheirinho agradável :)

O que o óleo não faz?
O óleo não ajuda a desembaraçar o cabelo após lavagem. Mas fica mais fácil penteá-lo pela manhã. 

Resultado Final (tenho pena que não possam sentir o meu cabelo através da foto!):



Para além do Óleo Extraordinário L’Oréal Paris Elvive, recebi ainda 10 vales de 2€. Como tenho 3 vales por oferecer, achei que seria boa ideia oferecê-los às leitoras que se mostrassem interessadas. Por isso, já sabem, enviem-me as vossas moradas! As primeiras três a chegar, receberão o vale!

16 de outubro de 2012

Declarei guerra ao pó!

Hoje dediquei-me a mais uma pilha de revistas que tinha guardada há anos. Folheei-as e seleccionei apenas os artigos que me interessavam. Depois de arquivá-los, todo o restante foi para a reciclagem.


Não sei se vos acontece o mesmo quando destralham papel mas eu fico com o chão do quarto cheio de pequenos papelinhos. Para além disso, a casa onde vivo tem bastante tendência para acumular pó. Desconfiamos que seja devido às condutas do ar-condicionado central...
Por exemplo, se limparmos o pó do chão da casa logo pelo início da manhã, à tarde já está de novo carregado de pó como se não fosse limpo há dias!

Eu não sou fã de esfregona e, para apanhar os papelinhos, tenho usado a vassoura em vez do aspirador. Mas tenho reparado que ao usar a vassoura, levanta-se muito pó e isso dá direito a um ataque de comichão no meu nariz e vários espirros. Lembrei-me, entretanto, de envolver a vassoura com uma t-shirt velha de algodão, humedecida, e passá-la pelo chão do meu quarto. Foi uma ideia muito simples e que fez bastante diferença. O pó fica todo agarrado porque a t-shirt está húmida, o chão fica bem mais limpo e o nariz agradece... Como o chão é de madeira tento humedecer o mínimo possível mas amanhã já vou procurar por um produto mais adequado que possa aplicar diariamente em vez da água.

Alguém conhece algum?

Sobre a tralha: acumulada em anos? Não vai desaparecer num dia!

Quero agradecer a todas o apoio que me deram nos últimos dias. Foi muito importante sentir a vossa força!

Gostei imenso de ler os sites que me aconselharam. Deixo aqui parte de um dos artigos para outras pessoas que possam vir a sentir o desespero perante tanta tralha para organizar! Este excerto é da Revista 21...

"Estabeleça metas realistas

Aquela bagunça que você gerou em meses – e às vezes até anos – de desorganização não vai sumir de um dia para o outro. Por isso seja consciente na hora de planejar metas para colocar sua casa – ou seu quarto – em ordem. Peça ajuda se for necessário e não se desespere se o trabalho de organização estiver indo devagar. Diga a si mesma que vai conseguir e estabeleça um prazo para terminar as atividades."


Ontem destralhei mais um pouco e deixo-vos os três objectos do dia...


  1. Três porta-chaves com fita 
  2. Um chapéu de chuva, que veio numa revista. Este vai para o carro porque dá sempre jeito ter lá um  para uma chuvada imprevista.
  3. Mais um saco de roupa que já coloquei num contentor da Humana. Entretanto já tenho outro quase cheio!

14 de outubro de 2012

A persistência vai ter de vencer

[daqui]






Ontem tive a primeira crise de ansiedade por causa da arrumação do quarto.

Nunca segui, durante tanto tempo, o mesmo método de arrumação e, apesar de ser óbvia alguma evolução, quando olho à minha volta e apercebo-me que ainda vai demorar algum tempo para atingir o objectivo final, fico bastante tensa.

De repente, senti que nada estava a funcionar, que tinha de mudar de método, que todo o tempo que gastei até aqui tinha sido um desperdício de tempo. Só me apetecia desistir e chorei. Podia não cair uma única lágrima mas, por dentro, tinha quebrado.
Foi preciso o apoio da minha mãe e do meu namorado para conseguir ver que o método que tinha descoberto estava a produzir resultados e que nunca tinha conseguido deitar tanta coisa fora, nem chegado tão longe!

Sempre pensei que destralhar uma divisão implicasse apenas paciência e esforço físico.
Nunca pensei que pudesse ter um impacto a nível emocional como aquele que senti ontem... E hoje, olho à minha volta e parte de mim continuar a querer desistir! Mas essa seria a solução mais fácil, certo?

Neste momento, diria que a coisa mais importante para se conseguir destralhar uma divisão é, sem dúvida, a persistência! Vou continuar a seguir o mesmo caminho, a lutar contra este sentimento e mostrar, a mim mesma, que sou forte e que consigo ultrapassar as barreiras que forem surgindo...

My Cinnamon Heart: Passatempo 1º Aniversário - o Resultado

Neste passatempo foram consideradas dez participações válidas e foi sorteada, aleatoriamente, a 9ª menina, a Catarina P., que ganhou o Pequeno Livro Verde das Compras - 250 Truques para um Estilo de Vida Ecológico.








Desejo que a leitura traga muitas inspirações!

13 de outubro de 2012

13 ideias para reciclar os cd's e dvd's

À medida que vou destralhando o quarto, encontro alguns objectos que me deixam hesitante quanto ao seu destino, entre os quais encontram-se os cds.


Deitá-los no lixo orgânico está fora de questão mas também não existe nenhum sítio que faça reciclagem dos cd's. A própria página da Quercus afirma-o e informa, ainda, que estes objectos, quando colocados num ecoponto, têm como destino o aterro.

Enquanto espero por uma solução adequada, vou acumulando os cds em casa...

Os cd's de música podem ser oferecidos ou vendidos em segunda mão. O problema está nos cd's de instalação de software, hardware e aqueles que são oferecidos em jornais ou revistas...

Fui à procura de soluções para reciclá-los em casa, dando-lhes uma nova utilidade. As ideias que achei mais interessantes, partilho-as aqui convosco:














E se tiverem uma quantidade infindável de cd's, podem sempre tentar fazer uma cadeira!



Eu sinto-me tentada em reciclá-los na forma de bases de copos, reflectores para a minha bicicleta e para afastar os pássaros da horta e em alguns enfeites de Natal!

12 de outubro de 2012

Simplificar para quê...?


Quando, numa tarde, destralhei todo o armário que tenho à frente da minha cama, o meu namorado perguntou-me até quando ia destralhar e o que ia fazer depois disso.
A minha mãe também já estranhou o espaço que agora o meu quarto tem, disse-me que estava a ficar vazio e perguntou-me, assustada, se era esse o meu objectivo.

O meu objectivo inicial era destralhar todo o meu quarto para facilitar as mudanças e evitar levar tralha para a minha primeira casa. Não quero mudar-me e começar com o pé esquerdo. Eu sei que se levar tudo comigo, vai ser muito mais difícil livrar-me das coisas, vou cair no erro de acumular coisas e, por isso, impus-me este objectivo antes de fazer a mudança. 

No início foi um pouco complicado, estava habituada a ter muita coisa à minha volta, a criar ligações com tudo, a guardar coisas porque ou eram memórias, ou poderiam fazer-me falta mais tarde, ou poderia dar jeito a alguém, ou poderia consertar, etc., etc. e habituei-me mal. Mesmo assim, não foi tão difícil quanto eu imaginava. Assim que comecei o projecto que conheci através da Cristina, acabei por ficar um pouco viciada nele!

O meu objectivo não é ficar com o quarto vazio ou deitar tudo fora. O objectivo é ficar apenas com coisas que preencham uma destas características:
  • Útil
  • ou que eu Ame

Todo o espaço livre que entretanto vai surgindo serve para todas as coisas que realmente adoro fazer. E isso não significa, necessariamente, objectos. Quando uma divisão fica mais organizada, poupa-se tempo a limpá-la e a encontrar coisas (porque cada coisa terá o seu lugar fixo). Esse tempo pode ser gasto em actividades que sempre quisemos fazer mas nunca tivemos tempo para tal!


E o desafio de destralhar, no mínimo, três objectos por dia continua! Mostro-vos os objectos que destralhei ontem e hoje:



1 - Caixa de artigos de pintura que tenho desde a primária!!!
2 - Uma carteira manchada com tinta.
3 - Embalagens que pensava usar para guardar coisas mas que continuam vazias. Foram direitinhas para a reciclagem!



4 - Mais duas caixas vazias!
5 - Uma folha de vegetal com o simba guardada há uns 15 anos!
6 - Caixa do meu primeiro compasso. Recebi-o quando tinha uns 9 anos e nunca tinha conseguido deitá-lo fora pelas memórias que possuía...

11 de outubro de 2012

Como remover a barra de tarefas e o motor de busca Babylon

Como sabem, tenho andado a destralhar o quarto mas hoje lembrei-me de partilhar outra coisa convosco! Se estiverem a destralhar o vosso computador, uma das tarefas que, provavelmente, vos parecerá mais complicada é remover a barra de ferramentas e o motor de busca Babylon. Regra geral, resolvo os problemas com alguma rapidez, mas este malware é mesmo muito chato!


Para nos livrarmos definitivamente deste malware, ou de outro semelhante, é necessário seguir alguns passos. Para tornar a explicação mais simples, instalei a barra da Babylon no meu computador para colocar imagens desses mesmos passos e tentei explicá-los da forma mais simples possível. Os exemplos serão dados para o Firefox, o meu browser, mas os passos a seguir nos outros browsers são semelhantes. Aconselho-vos a decorar os passos, a apontá-los ou imprimi-los porque terão de fechar e abrir várias vezes o vosso browser (Chrome, Firefox, Internet Explorer, etc.)!


1 - No botão iniciar, clicar em painel de controlo:


2 - No painel de controlo, clicar em Programas e Funcionalidades:


3 - Em Programas e Funcionalidades, clicar em Nome para organizar os programas por ordem alfabética. Clicar com botão direito sobre Babylon Toolbar e clicar sobre Desinstalar. Confirmar essa opção em OK. Caso vos apareça também o programa Browse Manager do publicador Bit89 Inc, tal como podem ver, na imagem, 4 linhas abaixo, desinstalem esse também.


4 - Voltar ao Botão Iniciar e clicar em Computador. Clicar no disco C: e depois em Program Files.



5 - Clicar em Nome, para organizar as pastas alfabeticamente. Em princípio não existirá qualquer pasta com o nome Babylon mas verifiquem e, caso exista, cliquem com o botão direito e sobre eliminar. Confirmem com OK.


6 - Abram o browser e cliquem em Ferramentas e nesse separador, em Extras.


7 - Em extras, cliquem no separador Extensões. Caso vos apareça o Babylon ou o Browser Manager, como acontece na imagem, cliquem no botão Remover, ou Desactivar, respectivo e confirmam com OK.


8 - Voltando ao browser, cliquem na lupa que existe à direita da barra de endereços e depois em Gerir motores de pesquisa. 



9 - Cliquem sobre Search the web (Babylon), ficando seleccionado a azul. Cliquem em Remover.


10 - Cliquem no motor de busca pretendido (eu uso o da Google) e cliquem em Mover para baixo. Voltem em clicar Mover para cima até que o mesmo fique em 1º lugar.


11 - Abram o browser e na barra de endereços escrevam about:config e façam enter. Aparecerá uma mensagem de alerta, cliquem em Serei cuidadoso, prometo!


12 - Em pesquisar:, escrevam babylon. Aparecerá uma lista a negrito como a que se encontra acima. Cliquem em cada linha, uma de cada vez, com o botão direito e escolham Voltar ao início. Esta opção deverá fazer com que essa linha deixe de estar a negrito, como ocorre na imagem que se encontra abaixo.


Depois de fazer isto em todas as linhas, todas mesmo!, fechem o browser e voltem a abri-lo.




13 - Voltar ao about:config. Em pesquisar:, escrevam keyword.url. Cliquem sobre ele e escolham Modificar.


14 - No local onde aparece, provavelmente, um endereço com babylon, apaguem e substituam por: http://www.google.com/search?ie=UTF-8&oe=utf-8&q= 
       Confirmem com OK. Fechem o browser e tornem a abri-lo.



15 -  Em Ferramentas, cliquem em Opções.

  
16 - No separador Geral, em Página Inicial: apaguem o que lá estiver e escrevam http://www.google.com (mais tarde poderão alterar para a página que pretendam ser a vossa homepage). Confirmem com OK. Fechem o browser e voltem a abri-lo.

17 - Repetir os passos 11 e 12. Fechem o browser e voltem a abri-lo.

Problema resolvido! Reclamações? Dúvidas? Deixem em comentários!

 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...