14 de outubro de 2012

A persistência vai ter de vencer

[daqui]






Ontem tive a primeira crise de ansiedade por causa da arrumação do quarto.

Nunca segui, durante tanto tempo, o mesmo método de arrumação e, apesar de ser óbvia alguma evolução, quando olho à minha volta e apercebo-me que ainda vai demorar algum tempo para atingir o objectivo final, fico bastante tensa.

De repente, senti que nada estava a funcionar, que tinha de mudar de método, que todo o tempo que gastei até aqui tinha sido um desperdício de tempo. Só me apetecia desistir e chorei. Podia não cair uma única lágrima mas, por dentro, tinha quebrado.
Foi preciso o apoio da minha mãe e do meu namorado para conseguir ver que o método que tinha descoberto estava a produzir resultados e que nunca tinha conseguido deitar tanta coisa fora, nem chegado tão longe!

Sempre pensei que destralhar uma divisão implicasse apenas paciência e esforço físico.
Nunca pensei que pudesse ter um impacto a nível emocional como aquele que senti ontem... E hoje, olho à minha volta e parte de mim continuar a querer desistir! Mas essa seria a solução mais fácil, certo?

Neste momento, diria que a coisa mais importante para se conseguir destralhar uma divisão é, sem dúvida, a persistência! Vou continuar a seguir o mesmo caminho, a lutar contra este sentimento e mostrar, a mim mesma, que sou forte e que consigo ultrapassar as barreiras que forem surgindo...

7 comentários:

  1. Olá Sara!

    Falaste que existe parte de ti querendo desistir. Não entendi ao certo se a questão é não quereres te separar da maior parte das coisas que tens no quarto ou se tem algo mais neste teu "obstáculo". Eu tenho destralhado a minha casa, também comecei pelo quarto, em algum momento achava que estava demorando muito tempo e gastando muito do meu tempo quando podia estar fazendo outra coisa. Mas acredita que foi o melhor que fiz, hoje limpo, lavo e arrumo o meu quarto todo em 15min no máximo dado que optei por ter o essencial e ganho mais tempo para o resto, sempre com a sensação agradável de estar num lugar arrumado.

    Se estas preocupada com o que não queres deitar fora podes sempre usar aquela técnica de colocar tudo dividido por caixas. Colocas uma etiqueta com o conteúdo e a data em q fechaste a caixa. Se durante um ano não mexeres na caixa significa que é uma tralha fisicamente dispensavel. Se mexeres nela não desesperes, às vezes as coisas precisam do seu tempo... :)

    Boa sorte.. e não desesperes... agora tens a mãe, o namorado e leitoras do teu blog te apoiando ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Primeiro quero agradecer o comentário. Senti que alguém desse lado percebeu o meu sofrimento e se preocupou, coisa rara hoje em dia. No entanto, a questão não tem sido dificuldade em desapegar-me das coisas, apesar de pontualmente isso acontecer. A maior dificuldade é mesmo a quantidade de coisas que fui acumulando no quarto e a sensação de que, apesar de já ter destralhado muita coisa e doado alguns sacos de roupa, continuo com imensa coisa por destralhar. Nunca pensei que pudesse ter tanta coisa no meu quarto! Parece que nunca mais chego ao fundo do túnel e começo a desesperar...

      Eliminar
  2. Prazos e planificação. Eu estou a "sobreviver" ao destralhamento assim. Estabeleci um prazo (até Dezembro), 2x30 minutos para destralhar, 1 semana para cada zona (à excepção dos quartos pois são 5 e a da cave que é enorme). Planifiquei a minha acção: WC (já está), despensa (já está), quartos (a terminar), sala, ... Vou fazendo tudo sem stress. Há uma frase que já li em vários blogs e que diz tudo. Qualquer coisa como " a bagunça que você gerou em meses – e às vezes até anos – não vai desaparecer de um dia para o outro".
    Vê aqui, pode ser que te ajude. http://revista21.com.br/?p=1730
    Organizar sim, mas sem stress. Força!

    ResponderEliminar
  3. Marca prazos e planifica a tua acção.
    Eu marquei prazos - até dezembro, 2x30m por dia, 1 semana para cada zona (excepto quartos e cave).
    Planifiquei a acção: wc (já está), despensa (já está), quartos (a terminar), sala...
    Num blog "Vida organizada" diz o seguinte: "Sua casa (ou a situação) não ficou assim da noite para o dia. Vá aos poucos."
    Vê aqui http://vidaorganizada.com/organizacao/comece-a-se-organizar/como-acabar-com-a-bagunca/ e aqui http://revista21.com.br/?p=1730
    Boa sorte e vai com calma, sem stress. Força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Decidi não marcar um prazo porque o final será quando o quarto estiver destralhado. Eu só tenho mesmo esta divisão (tinha também o wc, mas esse já está pronto) para tratar porque ainda vivo com os meus pais e queria tratar de tudo antes de me mudar.

      O meu namorado acha que o stress que entretanto surgiu tem a ver com as primeiras avaliações que vou ter no mestrado e que nada tem a ver com o quarto. É verdade que estou um pouco preocupada porque é muita matéria nova! E pensando bem, é capaz de ter razão...

      Eliminar
  4. estou a gostar imenso do que vejo por aqui, neste teu cantinho especial. convido-te a conheceres também o meu. olha tem de ser mesmo a doer, senão nunca mais nos livramos das coisas que na verdade, até nem nos fazem assim tanta falta! Não desistas!

    beijinho

    http://cottoncandy-peaches.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vou desistir :) Obrigada pelas tuas palavras! *

      Eliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...