25 de setembro de 2015

Simplificar a Vida - #001 Reduzir a Tralha

Este é o primeiro post da série Simplificar a Vida e será sobre o primeiro passo que Elaine St. James aconselha: Reduzir a Tralha.

Reduzir a Tralha



Existem vários locais onde isto poderá fazer sentido:
  • Casa (todas as divisões, incluindo garagem e sótão)
  • Carro
  • Local de Trabalho
  • Vida

Quando eu tenho um grande desafio pela frente, uso sempre a mesma estratégia: transformar a tarefa num conjunto de pequenas tarefas e começar com a mais fácil. A tarefa mais fácil poderá ser diferente de pessoa para pessoa pois a complexidade da tarefa está associada à quantidade de tralha a eliminar e/ou à ligação emocional às coisas.

Para mim, começar pela tarefa mais fácil ajuda a manter a motivação porque consigo acabar com sucesso aquilo a que me propus, ficando com mais vontade de continuar. Por exemplo, se a casa precisar de uma organização geral, dedico-me a uma divisão de cada vez, começando pela mais pequena.
Quando começava por uma tarefa mais desgastante emocionalmente ou mais demorada, sentia que nunca mais chegava ao fim e a minha motivação ia desaparecendo.


O que fazer com a tralha eliminada?
  • Oferecer a um amigo
  • Doar a instituições
  • Vender
  • Reciclar caso possa ter utilidade quando usada de outra forma.
  • Deitar no lixo.

Comigo, a ideia de reciclar objectos durante o processo de destralhar é perigosa… Muitas das coisas que fui acumulando foi precisamente com a ideia de que um dia poderiam ser úteis.

Das restantes sugestões, aplico todas. Oferecer “tralha” a um amigo poderá parecer a mais estranha mas, por vezes, o que se torna tralha para nós, poderá ser apreciada por outra pessoa. Vou dar-vos um exemplo que acontece frequentemente comigo:

No Natal e aniversário, eu recebo muitos cremes hidratantes de fruta ou flores porque já toda a gente sabe que é uma das minhas prendas favoritas! Mas, acabo por receber alguns cremes e perfumes que não posso usar (cremes com aloé vera ou camomila fazem alergia; cremes e perfumes muito doces, deixam-me enjoada). Como também tenho familiares e amigas que adoram receber perfumes e cremes, ponho-os de parte e ofereço pelo aniversário.


E depois...?

Elaine, quando terminou de destralhar a casa, ficou com tanto espaço livre que chegou à conclusão que não precisava de viver numa casa tão grande e mudou-se para uma mais pequena! É incrível a quantidade de coisas que podemos estar guardando sem qualquer utilidade!

Começar a destralhar, não é fácil. Para mim não foi, por várias razões. Algumas coisas estavam associadas a memórias, outras tinham valor sentimental por terem sido oferecidas por pessoas queridas e, as que nunca tinham sido usadas, provocavam um confronto interno por causa do dinheiro que tinha desperdiçado com elas. Mas, entretanto, à medida que fui destralhando, ganhei esse vício em tornar os espaços mais organizados e com um aspeto clean.

Depois, fui notando uma grande mudança nos meus hábitos de consumo. As minhas compras deixaram de ser frequentes e irreflectidas e passaram a ser ocasionais e planeadas. Ia cada vez menos aos centros comerciais, a ânsia de comprar foi substituída por uma certeza tranquila: “não preciso de nada”.

4 comentários:

  1. Cm toda a certeza que vivendo num espaço limpo, organizado e livre de tralha o ambiente fica muito melhor e a felicidade acontece! É assim que gosto de viver:) Sempre a trabalhar para que a felicidade aconteça.
    Beijinhos e bom fim de semana Sara.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Catarina, espero que também tenhas tido um óptimo fim-de-semana para recarregar baterias :)
      Um espaço limpo e organizado cria, sem dúvida, um ambiente melhor e bem-estar! Sinto-me sempre mais leve quando arrumo um sítio que começa a ficar desorganizado :)

      Eliminar
  2. Antes de mais, gostava de te agradecer pelo facto de partilhares a tua experiência de leitura e as tuas próprias vivências sobre um tema que me desperta muito interesse. Sobretudo porque não só tenho dificuldade em arrumar e organizar :-( como estou numa fase em que preciso de arejar a casa e a vida.
    Já destralhar e comprar com moderação é coisa que faço com facilidade pois sou desapegada dos bens materiais. No fundo, nada é nosso...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feijoca, sobre arrumar e organizar vê estes 2 posts, talvez te possam ajudar:
      http://mycinnamonheart.blogspot.pt/2012/11/metodo-sca-categorizar.html
      http://mycinnamonheart.blogspot.pt/2012/11/metodo-sca-armazenar.html

      Feijoca, fiquei curiosa... não queres continuar a tua reflexão sobre "nada é nosso"?

      Eliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...