26 de abril de 2013

Dieta sem Glúten: Dia 3

Ontem foi feriado e eu decidi aproveitá-lo para dormir mais um pouco. Restou, por isso, pouco tempo para tomar um bom pequeno-almoço por isso cingi-o a um iogurte grego de maracujá.

[daqui]

Combinei almoçar com o meu irmão e o meu namorado num restaurante que serve comida japonesa e chinesa. Pesquisei sobre como fugir ao glúten num restaurante destes e concluí que o sushi não deverá ter glúten, excluindo o que contém delícias do mar.
Cheguei ao restaurante mentalizada para comer apenas sushi. À medida que vou conversando e comendo sinto que há alguma coisa que não está a correr bem. Estou a ficar mal disposta e sinto a garganta a apertar um pouco. Uma vez que estou apenas a comer sushi de salmão e frutas demoro algum tempo a perceber o que poderá estar a causar-me má disposição...
A razão era óbvia… o molho de soja por onde passo todos as peças de sushi, antes de as saborear.

Se tinha alguma dúvida relativamente à minha alergia à soja, dissipou-se de vez. A partir de hoje não irei comer mais nada que contenha soja, o que poderá parecer muito mais fácil do que realmente é. Muitos dos produtos que compramos contêm lecitina de soja (E322), pois é utilizado pela indústria alimentar como regulador de acidez...
 
[daqui]
Aproveitei a tarde para ir visitar a exposição de Andy Warhol e passeei ainda bastante num jardim de Lisboa. Mesmo com tanta caminhada, ao lanche só tive vontade de comer uma taça de morangos e tomar um café. Entretanto a má disposição do almoço foi passando e ao jantar comi salmão grelhado com batata cozida, regado com azeite.

[daqui]

Pela hora de deitar já sentia alguma fome então experimentei umas bolachas que encontrei no hipermercado Continente, de arroz e chocolate.

No terceiro dia, conclui que:
  • Ao simplificar bastante a alimentação é mais fácil perceber o que nos cai mal: as bolachas que comi no primeiro dia e o molho de soja que ingeri com o sushi foram o suficiente para perceber que sou alérgica à soja.
  • Independentemente de ser ou não intolerante, ou sensível, ao glúten, desde que tenho evitado alimentos com trigo ou derivados sinto-me muito mais leve. O problema é que também me sinto um pouco deprimida… parece que a comida não tem tanto sabor e a massa está a fazer-me falta...

Sem comentários:

Enviar um comentário

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...