27 de setembro de 2013

Kakebo e outras prioridades em casa que nos poupam um ataque de nervos

Já passou um mês desde que comecei a viver sozinha! Quando saí de casa dos meus pais, sabia que tinha de me tornar numa pessoa mais organizada para conseguir decorar a casa, fazer as mudanças e deixar tudo organizado, manter a casa limpa, gerir o meu dinheiro, etc., etc., sem me tornar numa dona de casa à beira de um ataque de nervos...

Passado este primeiro mês, ainda não consegui arrumar tudo, existem divisões da casa que estão caóticas, esqueço-me de tirar o pão ou o peixe do congelador com antecedência, tenho uma pilha de roupa por passar a ferro e ainda tenho cadeiras do Ikea por montar!

No entanto, já não me sinto stressada com tudo isso… O truque que eu usei para conseguir relaxar foi criar, simplesmente, uma lista de prioridades. Primeiro, fiz uma limpeza geral na casa, depois dediquei-me à cozinha, às casas-de-banho e ao quarto principal e sinto que, desde que mantenha essas divisões em ordem, consigo lidar em paz com o resto da casa que ainda está em stand-by.

kakebo encontrado aqui
Para além disso, tenho registado todos os meus gastos. Esta é outra grande prioridade que penso estar bastante subvalorizada na nossa cultura. No Japão, as mulheres registam minuciosamente todo o dinheiro gasto pela família, sendo essa tradição, incluída no kakebo, aprendida desde a escola primária! Quando mantemos um registo diário das nossas despesas, torna-se mais fácil perceber onde se gasta mais dinheiro e como é possível poupar mais. Por exemplo, durante este último mês tenho feito esse registo numa folha de excel e construí um gráfico circular para visualizar o peso de cada categoria no gasto mensal (como categorias tenho artigos para a casa, supermercado, snack-bar, transportes, livros, telemóvel, etc.).


Setembro foi um mês atípico, comprei muitas coisas para a casa que não terei de comprar outra vez, pelo que essa categoria irá, em princípio, perder relevância. No entanto, já consigo perceber onde gasto mais dinheiro: saúde (inclui consultas, o teste de intolerâncias que fiz, medicamentos para a ansiedade e pílula), supermercado (inclui todos os tipos de mercado e mercearias) e snack-bar (inclui cafés, bar da faculdade e almoços na cantina).

À partida, seria fácil assumir que, destas três categorias, apenas conseguiria poupar no snack-bar, levando lanches de casa e preparando o almoço para levar para a faculdade mas não é bem assim… também é possível poupar na saúde se melhorarmos o nosso estilo de vida! Relativamente ao supermercado, será mais difícil porque eu já planeio as compras com antecedência, raramente desperdiço comida em casa e uso bastantes vales de desconto nas compras que faço! 

E tu, tens uma ideia de quanto gastas por mês?

6 comentários:

  1. Eu sei que gasto imenso sem me dar conta, e acredita que me dava imenso jeito um livrinho desses. Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se sentes isso - e eu também já estive aí - começa por apontar os gastos numa folha de excel ou na própria agenda. Detalha o custo e artigo correspondente. No final do mês soma cada "categoria". Acredita, é muito mais fácil perceber a razão pela qual sentimos que o dinheiro desaparece da carteira num instante!

      Eliminar
  2. Olá Sara!
    Primeiro que tudo parabéns pelo blog! Gosto e identifico-me com o conteúdo. Eu também estou na mesma situação que tu, mudança para a minha própria casa! Já vou com um mês e meio...está a correr bem.
    Também comecei agora um blog se quiseres podes dar lá uma vista de olhos, terei bons conselhos.
    Fica aqui o link: http://from0tomillion.blogspot.pt/
    No entanto venho aqui para te dar uma sugestão para controlares mais facilmente as despesas. Existe um programa gratuito que facilmente encontras no google chamado Money Manager Ex, utilizo e posso dizer que é muito bom e também faz esses gráfico circulares com puseste ai no post.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Pedro! Também já espreitei o teu blogue e vou segui-lo.
      Entretanto procurei pelo programa Money Manager Ex e li algumas reviews bastante positivas. Por enquanto, vou continuar com a minha folha de cálculo no Excel mas obrigada pela recomendação, quem sabe não troco depois para esse! Preciso primeiro instalá-lo e ver se gosto :)

      Eliminar
  3. Eu faço minha grelha mensal também desde Novembro de 2012 e sem dúvida é o melhor a fazer. Ela não me fez gastar menos dinheiro, pois ao meu normal costumo só mesmo pagar as contas e é raro gastar em algo superfluo ou extra, mas sempre que surgem mudanças ou algum acréscimo de conta nova naquele mes como a revisão do carro, ou o seguro ou algo assim, a grelha permite-me verificar qual a necessidade naquele mês de fazer alguns trabalhos extras ou aceitar mais explicações, e trabalhar mais com mais motivação e objetivo. O teu primeiro mês já foi, venham os restantes! =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, finalmente consegui registar tudo durante um mês inteiro! Eu queria mesmo ver se conseguia poupar desta forma. Por exemplo, se evitar entrar num snack bar e comprar tudo no supermercado devo conseguir e vou também tentar experimentar alguns truques em casa para poupar água, gás e electricidade, principalmente esta última porque até gasto pouca água e gás!

      Eliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...