19 de fevereiro de 2013

Saúde: Mais Vale Prevenir do que Remediar!


Segundo o Observatório Nacional da Diabetes, em 2011, o número de pessoas com diabetes ultrapassou um milhão no nosso país. Além disso, 44% dos doentes ainda não estão diagnosticados!

Ontem fiquei também a saber que as doenças cardiovasculares continuam a ser a principal causa de morte no nosso país e que uma em cada seis pessoas vem a sofrer de, pelo menos, um AVC ao longo da vida!

E porque decidi eu falar sobre isto?

Basicamente porque apesar de estas serem as principais causas de morte entre os nossos familiares e amigos, continuamos a ter um comportamento irresponsável. Por exemplo, no caso do AVC, afirma-se que cerca de 90% destes poderiam ter sido evitados!

Que comportamentos devemos alterar no nosso dia-a-dia?

Em primeiro lugar, todos os anos deve ser feita alguma vigilância do nosso estado de saúde, nomeadamente, a pressão arterial, os níveis de colesterol e glicemia e ainda o nosso ritmo cardíaco.

Para mantermos os valores destes indicadores de saúde num intervalo saudável é muito importante ter um comportamento de prevenção. Para além de uma alimentação saudável, tema que tenho tentado abordar aqui à medida que eu própria vou fazendo alterações, devemos fazer exercício de uma forma regular. Não pode haver a desculpa de que não há dinheiro para ir a um ginásio quando basta caminhar 30 minutos por dia e fazer uma actividade mais exigente ao nível aeróbico como, por exemplo, dançar em casa, só ou com as crianças da casa!

[daqui]

Finalmente, é mesmo essencial parar de fumar. Eu sei que este passo pode ser muito difícil! Eu sou uma ex-fumadora e tive algumas recaídas e, ainda hoje, quando vejo um maço de cigarros da minha marca preferida, sinto-me bastante ansiosa e tenho de fazer um grande esforço para evitar pedir um cigarro ou ir comprá-los ao café. Mas já não fumo um cigarro há cerca de três anos e é neste caminho que eu quero manter-me! Se houver alguma fumadora que me esteja a ler, espero que consiga arranjar força para largar este maldito vício!

Também têm familiares ou amigos que já tenham sofrido um AVC ou tenha diabetes?

2 comentários:

  1. Pois, o meu pai tinha diabetes e faleceu por causa de um AVC. Já tinha um peacemaker e nates disso tinha sido operado às coronárias.
    Relativamente à pressão arterial, níveis de colesterol e glicemia e ritmo cardíaco, está tudo ok. Tensão 5/6 a 10/11, colesterol já tive (já não tenho desde que emagreci), glicemia tudo ok (e não sou dada a doces e cá em casa é tudo controlado com a máquina do meu pai) e ritmo cardíaco tb(não sei se será a pulsação - baixa, a minha ginecologista dizia-me que eu tinha dado uma óptima desportista hehehe).
    Os meus únicos problemas neste momento são o tabaco e a falta de exercício. A falta de exercício, vindo o bom tempo resolve-se com uns passeios à praia. O tabaco, para já, não me apetece deixar. Mas tenho reduzido. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamento imenso a tua perda Lu!

      Na minha família há algum historial de morte devido a doenças cardiovasculares e diabetes, daí também ter, cada vez mais, consciência de que não devo abusar da sorte! Aos poucos tenho tentado adoptar um estilo de vida mais saudável porque, apesar de poder ter algum risco associado à minha herança genética, é o ambiente que se proporciona ao organismo que tem maior impacto, positivo ou negativo, consoante os nossos hábitos...

      Fico contente que tenhas conseguido diminuir o tabaco, é um grande passo! Parabéns!

      Eliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...