5 de março de 2013

Simplificar o Roupeiro: Camisolas

Hoje decidi continuar a organizar e destralhar o meu guarda-roupa. Infelizmente, não tenho conseguido fazer isto de uma forma contínua e a desculpa nem sequer é a falta de tempo mas sim a falta de coragem!

Foi relativamente fácil destralhar a roupa de treino. Quanto às calças, após ter doado tantos sacos, passei por uns momentos em que só pensava “o que fui fazer??!?!”. Mas, ainda bem que as despachei logo, senão tinha provavelmente perdido a coragem...

Hoje foquei-me nas camisolas de manga comprida.

Tal como fiz com as calças, retirei todas as camisolas do meu armário e coloquei-as na cama. Contei 42 camisolas e depois fui ver quantas estavam para lavar... 12, ou seja 54 camisolas no total (de manga comprida...). Como é possível ter tanta roupa e a sensação de não ter para vestir??



Vesti e despi todas as camisolas e tirei fotos. Acho que é mais fácil analisar se a roupa nos cai bem quando nos vemos “de fora”. Conclui várias coisas desta forma:

  • Camisolas de gola alta justa não me favorecem.
  • Fico “sem vida” com cores escuras, excepto o preto.
  • Os castanhos, os laranjas e os vermelhos fortes são de evitar!
  • Camisolas totalmente brancas também não me ficam bem.

Vendo as fotos também torna-se mais fácil perceber se a roupa cai bem, se está apertada ou larga. Pensava que ia encontrar só roupa apertada mas afinal tenho camisolas que caem bem e tenho, inclusivé, uma que me está enorme!

Separei-as em cinco montes (da esquerda para a direita, na foto):

  • doar
  • apertadas
  • para guardar
  • largas (em cima, no centro)
  • para dormir (em cima, à direita)



Das 42 camisolas de manga comprida, guardei 18!

Para doar, foram todas as camisolas que já não gostava, que já tinha usado imensas vezes mas sem defeitos, camisolas com cores que não me favorecem, etc. Duas das camisolas que ia doar (porque as cores não me favorecem: castanho e verde escuros), decidi guardá-las para dormir com elas, uma vez que são básicas de algodão.

Do monte da roupa para doar, retirei algumas que vou pôr à venda no meu blogue Descontos em Segunda Mão, as restantes já seguiram viagem, não fosse mudar de ideias! As camisolas que me estão apertadas foram para um saco que abrirei no próximo inverno, aí se continuarem apertadas, serão doadas.

Quanto à camisola branca muito larga, não sei o que fazer... É relativamente nova, nunca foi usada, é muito fofa e quente e está a custar imenso separar-me dela mas realmente não cai nada bem. Até podia ser larga e ficar elegante mas não é esse o caso... O que faço com ela??


E, por aí, como vão as vossas arrumações?

5 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkk!
    Jesus, Sara!!!
    Mais de 50 camisolas é fogo, hein???
    Por aqui, tenho uma máxima: Tudo que entra, sai em igual proporção...
    E a cada virada de estação, retiro tudo não usado.
    Acumula menos, mas ainda acumula... :(
    Sorte!!! E força na peruca!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei o teu comentário! Fez-me rir bastante!
      Assim que conseguir organizar o roupeiro vou adoptar essa máxima! É preciso ter coragem para ir retirando tudo aquilo que não se veste, como é óbvio, eu ainda não consegui fazer isso mas aos poucos, hei-de lá chegar!

      Obrigada pelo comentário e pela força! Bjs

      Eliminar
  2. Se não te fica bem vende!! ;)

    ResponderEliminar
  3. Que tamanho é?

    Podes me doar a mim lol, adoro branco e a camisola parece tão linda. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acabei por utilizá-la umas vezes no final do Inverno mas se a dúvida se mantiver no próximo ano, irei ponderar um giveaway :)

      Eliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...