5 de janeiro de 2012

Será "perder peso" a resolução mais popular?

[

Vidmir Raic

]


Quem já teve a curiosidade de ler os primeiros posts do blog sabe que estou indecisa entre tirar um mestrado na área da cosmética ou na nutrição. Apesar de ainda faltar um ano, sempre li e tentei aprender o máximo possível sobre nutrição e todas as aulas que tenho na faculdade sobre o funcionamento do corpo humano e como actua cada tipo de alimento no nosso organismo são as que mais me atraem. Se soubesse o que sei hoje, quando estava no secundário teria organizado os meus estudos para ir para medicina mas na altura, que só via matemática e física à minha frente, nunca pensei tornar-me tão fascinada pelo corpo humano. Ainda não pus a ideia completamente de lado mas tendo em conta os anos de estudo que "perdi" por mudanças de curso e estar prestes a mudar de casa para ir viver sozinha, é muito importante começar a trabalhar e ganhar dinheiro suficiente para pagar as contas certas da vida: electricidade, água, comida e saúde. Só depois irei ponderar sobre tirar uma segunda licenciatura....

Pondo de lado o meu jeito natural para divagar e voltando à questão inicial... Muitas das listas de resoluções que tenho lido incluem sempre "perder peso".

A meu ver, esta resolução só pode partir de duas situações diferentes: ou a pessoa nunca se consciencializou acerca do seu peso e foi ignorando-o até hoje; ou é alguém que pretende perder peso há já algum tempo mas, simplesmente, não tem conseguido, quer por condições físicas, quer por fazê-lo da forma errada.

Eu também já fui considerada obesa... Quando parei toda a actividade física que fazia até então e não ajustei a minha alimentação à nova realidade, ganhei 20 quilos na balança em, apenas, três meses. Eu, que nunca tinha engordado desta forma, não tinha consciência do quão era difícil perder peso e pensava que, da mesma forma que o tinha ganho, iria perdê-lo num instante. Descobri, por experiência própria, que não era bem assim... Também eu senti que até o ar me engordava. Comecei a ler, a pesquisar, a requisitar livros na minha faculdade sobre o assunto e acabei por descobrir uma área que achei fascinante e que, até ali, passava-me completamente ao lado. Não era só a nutrição em si, mas tudo aquilo que conseguia interligar com o que aprendia nas aulas - todas as reacções químicas e biológicas que ocorrem no nosso corpo - e ainda a psicologia. Enfim, um mundo para explorar.

Ontem, enquanto lia os posts mais recentes dos blogs que sigo no Reader encontrei um pedido de ajuda da Orquídea, que podem ler aqui. Até hoje só tenho ajudado amigos e familiares a perder peso e é algo que me preenche, fico muito feliz ao ver o sorriso deles quando olham para a balança e perderam mais um quilo ou quando me dizem que se sentem melhores e que se mexem com mais facilidade, sem se sentirem tão cansados. Resolvi então ajudar a Orquídea, é a primeira vez que vou fazer isto através de troca de e-mails, não sei se terá o mesmo impacto, mas tentar não custa!

E tu, também já colocaste na tua lista de resoluções "perder peso"?
Gostavas de ver algumas dicas de nutrição e fitness no blogue?

2 comentários:

  1. seria uma óptima iniciativa! Eu apoio e vou ler de certeza!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Poison. Basta uma pessoa estar interessada para eu já achar que vale muito a pena :)
    Talvez ainda comece este fim de semana a partilhar dicas aqui no blog!

    ResponderEliminar

São os comentários que tornam o blogue num sítio especial. Partilha aqui a tua opinião. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...